Que isso Bela?: Não se preocupe com a saúde alheia.

8 de fev de 2015

Não se preocupe com a saúde alheia.

Antes de começar o post propriamente dito, vou falar apenas sobre moças gordinhas porque 1. é o que está em evidência nos últimos meses 2. não tenho experiências com calças 38/40 e se você tiver, me conte nos comentários.

Tenho notado que depois que as modelos e blogueiras plus size ganharam destaque no Brasil e trouxeram com elas uma onda de mulheres que não sentem mais vergonha do seu corpo, e a "preocupação" com a saúde alheia tem sido motivo de debates acalorados em qualquer rede social.

Talvez o mais engraçado desses debates são os comentários do tipo "dizer que gosta de gordinhas é prejudicá-las, pois isso só vai fazer ela engordar mais" "ser gordo não é bonito!" "isso não é saudável, ela deveria fazer exercícios físicos".
Vamos com calma, certo? Primeira coisa, se a pessoa é gorda isso não é problema seu e se ela é magra, também não é problema seu.
Segunda coisa, se uma pessoa está gorda (ou gordinha, como preferir) não significa que ela não está saudável.

E por favor, não me venha com comentários do tipo "ah, já que fulana não consegue emagrecer vem com esse papo de aceitação e fica achando que tá tudo bem, já que nunca se esforçou" (vi um comentário dessa linha em um dos vídeos da Femme Fatale By Jeh). Como assim!? Em que mundo auto-aceitação, amor próprio e auto-confiança é "desculpa esfarrapada" para alguma coisa? Não é feio você olhar no espelho e achar bonito seu reflexo.

Não importa o formato do corpo ou o peso que acha que a pessoa tem, não é justo ir comentando que nem louco nas redes sociais que fulano está ou não saudável. Afinal, do que adianta bancar o nutricionista e endrocrinologista, se intrometendo na vida alheia com argumentos fúteis achando que sabe tudo, sendo que dormiu nas aulas de biologia durante o ensino médio inteiro e não sabe a diferença entre proteínas e lípidios.

Ora, está certo você querer ter uma alimentação balanceada e querer ajudar os outros a terem também, mas ajude da forma certa e não saia por aí tirando conclusões precipitadas de pessoas que nem conhece.

Também não exija que as pessoas emagreçam para entrar em algum tipo de padrão de beleza. Cada pessoa tem um biotipo diferente e isso é fato, aceite o seu do jeito que é e respeite o dos outros e chega de tanto auê por causa disso. Cada um faz o que bem entende da sua vida.

Aliás! Você que é gordinha, quando alguém te chamar de "gorda" não se sinta ofendida, pois é apenas uma característica física.
E você não precisa ser gostosa para o verão, nem entrar em dietas malucas ou projetos dos quais você não gosta. O verão tem que ser gostoso para você e se aquele biquíni não te serve, compre um maior. Afinal, ser grande não é crime.

21 comentários:

  1. ''Obtenha o corpo perfeito'' o que realmente é o corpo perfeito? Na minha opinião, corpo perfeito é o nosso! Pessoal acha que só porque a pessoa é gordinha não é saudável. Ser gordo é diferente de obesidade. A obesidade é um risco pra saúde, mas ser gordinho não. Temos que saber diferenciar essas duas coisas, porque se tiver saúde não há problemas em ser um pouquinho acima do peso. Se gosta de ser mais cheinha, continue assim e não mude porque disseram ^-^

    e a demi? heythay.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem contar que a "perfeição" varia de acordo com seus gostos e suas perspectivas. Por exemplo, pra mim a caneca perfeita tem que ser das princesas Disney mas pra você tem que ser daquela banda que você adora. Resumindo, a perfeição também é relativa, né?

      Me recuso a responder sobre a Demi ahuahuahuahd

      Excluir
  2. to pra achar o corpo perfeito, porque na minha opinião isso nem existe, o que é perfeito pra mim, pode ser horrível pra outro e assim vai....Acho também que muito gente defende os supostos "gordos", mas infelizmente muitas magras também sofrem e é bem triste, ambos são tristes e as vezes queria abraçar todo mundo e falar, "Relaxa gente, eles são uns babacas" mas infelizmente não da, eu queria que quem esteja passando por uma fase realmente ruim, pudesse ver esses textos que fazemos nos nossos blogs, queria ler uma comentário "Ei você me ajudou" algo assim sabe? Porque não gosto de ver ngm sofrendo, não sei explicar

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso já deixei claro que o post se referia somente às gordinhas, porque não sei como funciona com as magras, então não quero me meter onde não sei.
      E sim, ambos são tristes já que ninguém deveria ser zoado ou criticado pelo corpo que tem.

      Excluir
  3. to pra achar o corpo perfeito, porque na minha opinião isso nem existe, o que é perfeito pra mim, pode ser horrível pra outro e assim vai....Acho também que muito gente defende os supostos "gordos", mas infelizmente muitas magras também sofrem e é bem triste, ambos são tristes e as vezes queria abraçar todo mundo e falar, "Relaxa gente, eles são uns babacas" mas infelizmente não da, eu queria que quem esteja passando por uma fase realmente ruim, pudesse ver esses textos que fazemos nos nossos blogs, queria ler uma comentário "Ei você me ajudou" algo assim sabe? Porque não gosto de ver ngm sofrendo, não sei explicar

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu post!! Concordo!
    Fico feliz por plus size estar na moda. Aliás, acho que todo tipo de corpo devia estar na moda. Devemos celebrar e respeitar todas as formas de corpos. As pessoas deviam valorizar o próprio corpo sem se importar com padrões.

    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Padrões sempre existiram por causa das revistas de moda e tudo o mais e a gente sabe que não importa se os padrões te favorecem ou me favorecem, eles sempre vão existir. Mas não deveriam ser levados a sério a ponto das pessoas se tornarem infelizes com seus corpos por causa de padrões.

      Excluir
  5. Belo post, falou bonito.
    Tenho esperiencia com calças 38 e 36 desde sempre e sinceramente acho que tenho mais vergonha do meu corpo que as gordinhas, acho que ter bochechas apertaveis e ficar bonita em vestido rodavel é muito mais lindo que seguir o padrão de beleza.
    Mano, essa geração mimimi adora falar da vida dos outros, irrita demais mds, tipo "fulano namora uma menina feia" "ciclano engordou 5 quilos" "fulano se veste mal" mano a vida não é sua, vai sei la, tomar sorvete.
    Adorei seu post
    Beijos
    http://lembranca-ao-vento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Todo mundo tem direito de gostar ou não, de achar bonito ou feio mas falar demais da vida dos outros enche o saco mesmo e ficar de mimimi sobre quem engordou ou emagreceu zzzzz.

      Excluir
  6. você tá imitando o blog HEY THAY '-'
    o lay tá quaase idêntico. :\ :@
    ridícula. crie suas próprias coisas, invejosa.
    crie seu próprio estilo. Só não chegou mais ao ponto de ficar o mesmo layout, por conta das modificações que ela fez recentemente. Porque até a cor do "selecionado'' do mouse nas letras (que praticamente esqueci o nome verdadeiro) tá a mesma cor de antigamente do blog HEY THAY -.- um tipo vinho. pela mor de deus né querida? vamos nos mostrar inspiradas para termos nosso próprio estilo. beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente, antes de querer me criticar e bostejar por aí, leia o rodapé do blog no qual diz claramente que quem fez meu layout foi a THAYNARA do blog Hey Thay. Isso mesmo, é ela que faz meu layout! E vou te explicar outra coisa: NÓS SOMOS AMIGAS. Isso aí coleguinha, inclusive foi a Thay que me convenceu a criar o blog. Curioso, não acha?
      Pelo amor de Deus, né querida, vamos se informar antes de criticar os outros em anônimo. Beijinhos.

      Excluir
  7. Tá, ótimo argumento o seu que fiquei até chocada, rs!
    Porém até no tom de ironismo, você me imitou, então isso não muda nada querida.
    Você é invejosa, SIM!
    até as mesmas palavras como beijinho e tal, você falou no mesmo tom que eu, então pra mim, como já disse não mudou nada, e não estou aqui pra criticar ninguém, só erro como todos, porém, somos humanos, não é? e não vi o seu rodapé, então...
    Beijão! ( vou até mudar sabe, que esse tom de inveja, até me desanima) :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas vem cá, do que exatamente eu tenho inveja? Da minha amiga Thaynara? Acho que não. De você, que por sinal nem sei quem é? É, também acho que não. Anyway. Passar bem.

      Excluir
  8. esse assunto é polemico né... mas eu concordo c/vc *-*
    uso 38 e queria ir p 40 kk

    Ultimo dia do sorteio, Kit De Beleza!

    Bjuuu
    http://umabonecamasnaodeporcelana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito raro ver comentário de gente que quer usar um número maior no meio de tanta gente "mandando" usar número menor ahuaha.

      Excluir
  9. Adorei seu post, expondo todos os pontos do seu campo de visão e sua perspectiva na sociedade. Realmente, eu acredito que o corpo perfeito é o nosso próprio corpo. Cada um tem um biotipo diferente, e é assim que funciona. Aceitação é a primeira parte para se obter o corpo perfeito.

    Beijos, Juliana.
    http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem várias perspectivas sobre esse assunto, o que acho uma coisa bacana de se compartilhar porque todo mundo encara isso de maneiras diferentes e tudo o mais.
      Também acredito que aceitação é o primeiro passo para o tão sonhado corpo perfeito, que por acaso é o nosso.

      Excluir
  10. O problema dessa geração é se entrometer demais na vida dos outros, se a pessoa gosta de ser gorda ou magra, se ela se sente bem com isso deixa ela, se ela não se sente bem vai procurar se sentir. O corpo perfeito é aquele que a gente sente bem com ele, e se os outros criticam, o melhor é se afastar dessas pessoas. Ameeei o post.
    http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Cada um sabe o que faz da sua vida e sabe dos riscos e consequências. Acho que uma pessoa basta para cuidar da própria vida, não precisa de mais 50.

      Excluir
  11. O problema das pessoas é se preocupar demais com o que não é da conta delas, esquecer da própria vida e ficar cuidando da do próximo. Isso me da tanta raiva. Porque eu estou "pouco me lixando", vamos dizer assim, para o que as pessoas estão fazendo. Se tal pessoa quer comer, e daí? Se tal pessoa está se matando na academia para emagrecer, e daí? Se tal pessoa gosta ou não gosta de tal coisa, e daí? Se a opção sexual de tal pessoa é diferente da minha, e daí de novo. Não é da minha conta. Eu não tenho que dar palpite, não tenho/ não devo/ e não dou palpite sobre algo que não é da minha conta e que NÃO INTERFERE EM NADA NA MINHA VIDA, porque se aquela garota está "gorda" é ela que está gorda, é tipo problema dela e não meu, se ela não gosta de ser assim, ela vai emagrecer porque ela quer, mas se ela gosta de ser gordinha, é melhor ainda pra ela, por se aceitar como é. Cada um deve fazer o que bem quer da sua própria vida (estou fugindo um pouco do tema do seu post, mas calma lá hahah). E agora virou desculpa usar a "preocupação com a saúde" para poder ofender e cuidar da vida das pessoas.
    Um bom exemplo disso e esse anonimo que veio falar do seu layout. Bela, me desculpa, mas eu tive que rir dessa pessoa, hahaha, ainda mais eu que sempre acompanhei seu blog, eu sempre soube que você e a Thay eram amigas e eu conheço os layout da Thay, tanto os do blog dela como os free que ela disponibiliza no Hey Thay, todos são diferentes em cores e tal mas eles tem sempre uma característica em comum, eu sempre reconheço um layout dela quando vejo. É o cumulo do ridículo (e cuidar demais da vida dos outros/cuidar demais de algo que não ter nada a ver consigo mesmo, como eu disse ali em cima) querer vir te ofender dizendo que você plagio a Thay. Enfim, nem ligue pra isso (se é que você liga né?!)
    Amei seu post, queria que as pessoas criassem vergonha na cara e parassem de se preocupar taaanto com a vida dos outros.
    E desculpe-me pelo teeeexto enorme haha.
    Beijos,
    cabanadosanjos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou assim ahaha, se a ação de uma pessoa não vai causar uma reação direta que vá afetar de verdade minha vida, eu tô simplesmente cagando para o que essa pessoa está fazendo.
      E cara, se a pessoa pediu conselho sobre a vida dela ou sobre o peso e tal, beleza bacana você ir lá ajudar mas caso contrário, sai de perto, deixa a pessoa viver em paz.
      Sobre o anônimo: eu fiquei tipo "ué???" porque como você disse, os layouts da Thay tem sempre o jeitinho dela que dá pra reconhecer. E se eu tivesse plagiado eu ia ter que me ver com a Thaynara (e por acaso ela foi a primeira pessoa que comentou no meu post, será que ela não teria percebido se fosse plágio).
      Ah, eu adoro ler esses textos nos comentários <3

      Excluir

- Pode falar palavrão, eu não ligo, também falo um monte.
- Aceito apenas tags.
- Aceito "segue de volta?" se comentar algo relativo ao post também.
- Críticas construtivas são sempre bem-vidas.